Ervas do Sítio

Introdução

 No momento em que o primeiro ser humano surgiu no planeta, as plantas já existiam havia mais de 400 milhões de anos. Da forma como os conhecemos hoje, os primeiros vegetais apareceram durante a Era Paleozóica, no período Siluriano. Eles evoluíram a partir dos organismos eucariontes fotossintetizantes, uma espécie de algas primitivas.

O homem moderno, o Homo sapiens, só ganhou forma e vida cerca de 50 mil anos atrás. A partir de então começou a fazer uso das plantas. Há registros antigos, como desenhos em cavernas, escritos e símbolos, que revelam uma ligação muito íntima do homem com a natureza, principalmente com as plantas.

As plantas também sempre tiveram um papel muito importante na cultura, religião, medicina, estética e alimentação dos povos. Em relatos e documentos antigos, elas eram designadas como “dádivas dos criadores” e vistas com grande respeito e admiração por muitas civilizações.

Nos rituais da antigüidade, os chamados “Iniciados no Mistério” eram preparados, durante longos períodos, com a ingestão de ervas, além de banhos e inalações por meio de incensos feitos de plantas consideradas mágicas. Acreditava-se que, usando essas  técnicas, o corpo, a mente e o espírito dos magos e sacerdotes estariam purificados para a comunicação direta com os mundos superiores.

Com o passar do tempo, o estudo da botânica evoluiu, pois o homem foi desenvolvendo um senso aguçado e, aos poucos, classificando e catalogando as espécies em função de seu uso para os mais diversos fins. Essa classificação se tornou possível, a princípio, pela observação direta da forma das plantas: o formato das folhas, dos caules ou troncos e das raízes.

As espécies tidas hoje como medicinais ou tóxicas começaram a ser classificadas pelo uso prático dos antigos habitantes da Terra. Muitas vezes, uma planta medicinal era descoberta simplesmente por apresentar uma morfologia semelhante a alguma parte do corpo humano e, assim, associada a ele no processo de cura.

As ervas aromáticas, em especial, devido aos seus poderosos óleos essenciais, também foram empregadas desde o início dos tempos para a elaboração de cosméticos naturais, perfumes, dentifrícios e sabões. A mirra, o benjoim e a lavanda, por exemplo, já eram usados havia milhares de anos em perfumes e aromatizantes raros. A sálvia era utilizada para branquear os dentes: bastava criar o hábito de mascar suas folhas.

Cada civilização, em cada parte do mundo, foi compilando suas diferentes experiências de forma empírica, deixando acumular até os nossos dias um vasto e inestimável conhecimento sobre as ervas, em grande parte comprovado pela ciência moderna.

Utilização Energética das Plantas

 

Nome da Planta Cor da Aura Função terapêutico-energética
Alecrim Verde-rósea Ajuda a perdoar mágoas
Alfazema Azul-índigo e rosa Aumenta a autoconfiança
Anis-estrelado Azul-clara e rosa Ajuda na entrega dos sentimentos e no desprendimento das emoções
Arnica Vermelha Promove a concentração de pensamentos e idéias dispersas
Artemísia Verde e amarela Estimula a ação e a manifestação das idéias
Arruda Vermelha Limpa a aura das sujeiras astrais
Babosa Laranja Ajuda no desligamento mental
Beldroega Mistura de cores Dá equilíbrio para iniciar novas fases da vida
Camomila Amarela e violeta Ajuda a cultivar a paciência e a confiança
Cânfora Rosa e violeta Promove o desprendimento material
Catinga-de-mulata Amarela Limpa a aura das sujeiras astrais
Capuchinha Laranja e verde Promove o sentimento de integridade e equilíbrio
Carqueja Amarela e verde Limpa o corpo das velhas emoções
Confrei Verde, laranja e rosa Estimula o sentimento de segurança pessoal
Dente-de-leão Verde e laranja Traz coragem para enfrentar os obstáculos
Erva-cidreira Verde e violeta Ajuda na tomada de decisões importantes da vida
Guiné Vermelha Limpa o corpo de energias negativas
Hortelã-pimenta Verde, rosa e violeta Libera as energias presas promovendo o desprendimento delas
Mil-folhas Laranja e verde Purifica o corpo de traumas e sentimentos negativos
Sabugueiro Verde-clara Ajuda na tomada de rápidas decisões
Sálvia Laranja, verde e

índigo

Dá ânimo para colocar em movimento todas as energias do corpo
Tanchagem Verde escuro Estimula a iniciativa, sem esperar retorno das ações

 

ALGUNS USOS ENCANTATÓRIOS DAS PLANTAS

 Como afrodisíaco: cravo-da-índia, baunilha, canela, camélia, cardamomo, coentro, levístico, pimenta-da-jamaica, pimentas cápsico, laranja-azeda, flor de datura, abrótano, jasmim, ilangue- ilangue, pimenta-do-reino, patchouli, sálvia esclaréia, sândalo, rosa.

Para ajudar na meditação: ênula, zimbro, bálsamo-de-tolu, ciperácea, sálvia esclaréia, giesta, glicínia, sândalo, cálamo-aromático, magnólia, mirra.

Para atrair sorte: canela, jasmim, lótus, jacinto, baunilha, cumaru, gerânio, noz-moscada, bergamota, cipreste.

Para atrair sucesso e promoção na carreira: azaléia, cravo-de-defunto, olíbano, hortelã-pimenta, erva-cidreira, hissopo.

Para atrair um amor: ervilha-de-cheiro, lótus, jacinto, baunilha, bétula, camélia, coentro, lírio- florentino, rosa, cumarina, laranja-azeda.

Para estimular a clarividência: açafrão, capim-limão, louro, anis-estrelado.

Para estimular a mente: Babosa, aipo, cânfora, ênula, zimbro, anis-estrelado, estoraque, funcho, madressilva, cacto, cálamo-aromático, gengibre.

Para estimular sonhos proféticos: peônia, mimosa, amarílis, giesta.

Para limpar os ambientes de energia negativa: cânfora, comigo-ninguém-pode, guiné,  arrudaalecrim, espada-de-são-jorge.

Para melhorar as finanças: camomila, olíbano, alfazema, erva-cidreira, cedro, hissopo, cipreste, abóbora.

Para promover amizades: ervilha-de-cheiro, urze, citronela, erva-cidreira, cumarina.

Para proteger contra magia negra e negatividade: alecrim, louro, jasmim, cenoura, violeta, hortelã-pimenta, verbena, assa-fétida, gerânio, manjericão, patchouli, hissopo, noz-moscada, bergamota.

Para purificar os altares e untar equipamentos ritualísticos: falsa-acácia, flor  de  maracujá,  jacinto, benjoim, rosa, sálvia, mirra.

Para trazer paz e harmonia às relações: gardênia, alfazema, narciso, urze, violeta, hissopo.

 

USO DAS PLANTAS EM BANHOS MÁGICOS

 

Banhos da Felicidade

  • manjerona (folhas)
  • Cravo-branco (flor)
  • alecrim (folhas)
  • canela (casca)
  • Jasmim-estrela (flores)
  • 1/2 xícara (café) de álcool de cereais

Banhos para Tirar Mau-olhado

  • Alho (dentes)
  • alecrim (folhas)
  • arruda
  • Guiné (folhas)
  • Rosa-branca (flor)
  • Espada-de-são-jorge (folhas)
  • Sal grosso (um punhado)

USO DAS PLANTAS EM DEFUMAÇÕES

Proteção do Lar

  • Lágrima-de-nossa-senhora (raiz)
  • alecrim (folhas secas)
  • Alho (casca)
  • Incenso de igreja (resina em grãos)
  • Carvão vegetal

Limpeza do corpo

  • canela (folhas)
  • Erva-doce (sementes)
  • Cravo-da-índia (flores secas)
  • Limão (casca desidratada)
  • Carvão vegetal

 

USOS DAS PLANTAS EM BANHOS DE CANDOMBLÉ

Contra Feitiços

  • arruda (folhas)
  • Guiné (folhas)
  • Espada-de-são-jorge
  • Sal grosso

Proteção contra Perigos

  • Espada-de-são-jorge (folhas)
  • Comigo-ninguém-pode (folhas)
  • Guiné (folhas)
  • arruda (folhas)
  • Hortelã-levante (folhas)

Proteção no Amor

  • Rosa-branca (flores)
  • Jasmim-estrela (flores)
  • Lírio-branco (flores)
  • erva-cidreira

Depois dos banhos ou defumações, recomenda-se que a própria pessoa recolha as folhas e cinzas e as jogue fora, de preferência na água corrente: em rios ou no mar. Essa etapa faz parte do ritual e deve ser executada com a mesma concentração mental usada durante o tratamento, mentalizando que todos os pedidos vão ser realizados e todas as coisas ruins estão sendo definitivamente levadas embora pela força das águas.

Princípios ativos

 Os princípios ativos naturais são agrupados de acordo com a sua estrutura química e função medicinal. Dentro de cada um desses grupos, podemos encontrar um número praticamente infinito de substâncias e derivados.

Os grupos mais importantes são:

Alcalóides: São compostos orgânicos nitrogenados, geralmente de estrutura química complexa. Por terem uma atividade biológica muito grande, devem ser usados com muito cuidado e com dosagens feitas em laboratório. Aparecem principalmente nas famílias botânicas Buxacaceae (buxáceas),  Amarilidaceae (amarilidáceas),  Euphorbiaceae (euforbiáceas), Liliaceae (liliáceas), Papaveraceae (papaveráceas), Solanaceae (solanáceas), entre outras. Eles têm ações diversas, tais como colagoga, antiespasmódica e antitumoral.

Antraquinonas: São compostos derivados de metil-antraquinona e exercem uma ação irritante sobre as mucosas do intestino grosso, aumentando o peristaltismo intestinal.

Bálsamos e Resinas: São compostos de natureza complexa originados  da  mistura  de  ésteres de ácido cinâmico, benzóico e terpenos diversos. Essas substâncias são exsudadas pelos caules e raízes. As resinas normalmente são sólidas e os bálsamos, líquido-viscosos. Têm ação anti-séptica, queratolítica, citostática e protetora.

Flavonóides: São compostos relacionados com o grupo químico flavona e normalmente dão cor amarela, rosa e azul aos vegetais. Estão amplamente presentes principalmente nas flores e nos frutos das famílias botânicas Rutaceae (rutáceas), Myrtaceae (mirtáceas), Rosaceae (rosáceas), Malvaceae (malváceas) e Asteraceae (compostas). Exercem ação protetora sobre os vasos sangüíneos e capilares e antiinflamatória, entre outras.

Glicosídeos Cardiotônicos: São compostos tóxicos e devem ser usados em doses mínimas, controladas em laboratórios. Têm ação tônica sobre a musculatura do coração.

Mucilagens e Gomas: São polissacarídeos que, diluídos em água, formam soluções viscosas e adesivas. As mucilagens têm o poder de absorver grande quantidade de água, aumentando assim de volume. Elas exercem ação protetora do tubo gastrintestinal, laxativa suave, antiinflamatória e sedativa da tosse.

Óleos Essenciais: São compostos aromáticos, de composição complexa, numa mistura de álcoois, terpenos, aldeídos, cetonas e ésteres. São voláteis e não se misturam com água. Têm ação anti-séptica e estimulante, entre outras.

Saponinas: são compostos de natureza heterosídica que, quando diluídos em água e agitados, produzem espuma abundante, assim como os sabões. As saponinas exercem ações variadas, incluindo a hemolítica, a expectorante, a fluidificante do muco e a tônica.

Taninos: São compostos fenólicos com poder de precipitar proteínas. Eles têm ação adstringente, protetora das mucosas do tubo digestivo, bactericida, anti-séptico e cicatrizante.

Propriedades Medicinais A

Abortiva. Que causa expulsão do feto. Adelgaçadora. Afina, torna menos denso. Adstringente. Provoca constrição, união, ligação. Afrodisíaca. Estimula o desejo sexual.

Analgésica. Diminui a dor.

Anestésica. Promove insensibilidade à dor. Antialérgica. Elimina os sintomas da alergia. Antiblenorrágica. Combate a blenorragia (gonorréia). Antidiabética. Combate a diabete.

Antidiarréica. Combate a diarréia.

Antiedêmica. Impede o acúmulo de líquidos provenientes do sangue.

Antiemética. Combate os vômitos. Antiescorbútica. Combate o escorbuto. Antiespasmódica. Alivia os espasmos. Antifertilidade. Reduz a capacidade reprodutiva. Antiflogística. O mesmo que antiinflamatório.

Antigonorréica. Combate a gonorréia (o mesmo que antiblenorrágica).

Anti-helmíntica. Combate os vermes intestinais.

Anti-hemorroidal. Combate as hemorróidas.

Anti-histérica. Combate a histeria.

Antiidade. Combate o envelhecimento.

Antiinflamatória. Combate os sintomas da inflamação. Antiirritante. Combate o estímulo e excitação das atividades da pele. Antileprótica. Combate a lepra.

Antileucorréica. Combate o corrimento vaginal.

Antimalárica. Combate a malária.

Antimicrobiana. Combate microrganismos patogênicos (bactérias, fungos e vírus).

Antineoplásica. Impede a formação de tumores malignos.

Antioxidante. Impede a oxidação das células da pele.

Antiperspirante. Suprime o suor.

Anti-reumática. Combate o reumatismo.

Anti-seborréica. Reduz as secreções das glândulas sebáceas.

Anti-séptica. Destrói os microorganismos e limpa a pele.

Anti-sifilítica. Combate a sífilis.

Antitérmico. Combate a febre.

Antitumoral. Aquele que impede a formação de tumores.

Antivirótica. Destrói os vírus.

Antitóxica. Elimina os venenos.

Antitussígena. Ajuda a tratar da tosse (o mesmo que béquica).

Aperiente. Estimula o apetite.

B

Balsâmica. Suaviza, ameniza.

Béquica. Ajuda a tratar da tosse (o mesmo que antitussígeno).

C

Calmante. Que acalma e seda as dores e irritações da pele (o mesmo que lenitivo).

Cardiotônica. Tonifica o coração.

Carminativa. Estimula a eliminação de gases gastrointestinais.

Catártica. Ação purgante energética.

Cicatrizante. Recupera os tecidos da pele após uma danificação.

Citostática. Que inibe o crescimento celular.

Colagoga. Estimula o fluxo da bílis.

Condicionante. Regulador das funções.

Conservante. Impede a deterioração dos produtos cosméticos por microrganismos.

D

Demulcente. Amolece e abranda as inflamações das mucosas.

Depressora. Ação enfraquecedora.

Depurativa. Limpa as toxinas  do  sangue. Descongestionante. Tira o inchado e a obstrução dos tecidos. Desinfetante. Desinfecciona e livra de contaminações.

Desobstruente. Que libera um canal ou vaso.

Desodorante. Tira o mau cheiro.

Despigmentadora. Elimina manchas e sardas da pele.

Diaforética. Estimula a transpiração.

Digestiva. Estimula a digestão.

Diurética. Estimula a secreção de urina.

E

Emenagoga. Estimula a menstruação.

Emética. Provoca vômito.

Emoliente. Amolece e abranda uma inflamação dos tecidos.

Emulsificante. Estabiliza uma emulsão (substância de consistência leitosa). Esfoliativa. Provoca a descamação de células mortas da superfície da pele. Estimulante. Ativa e excita determinadas funções na pele.

Estomáquica. Facilita as atividades do estômago.

Eupéptica. O mesmo que digestiva.

Excitante. Promove estímulos.

Expectorante. Promove a liberação das secreções das vias respiratórias.

F

Febrífuga. O mesmo que antitérmico.

Fortalecedora. Torna forte, dá mais força.

Fotomutagênica. Substância que em contato com o sol causa mutagênese (processo que dá origem às mutações).

Fototóxica. Substância que em contato com o sol torna-se tóxica.

Fungicida. Combate os fungos.

H

Hemostática. Combate hemorragias.

Hepatoprotetor. Ação protetora no fígado.

Hepatotóxico. Tóxico para o fígado.

Hidratante. Trata a pele com uma substância que devolve a umidade natural.

Higienizante. Asseia a pele tornando-a saudável.

Hipertensora. Aumenta a pressão sangüínea. Hipocolesterolêmica. Reduz o colesterol sangüíneo. Hipotensora. Reduz a pressão sangüínea.

I

Irritante. Que provoca estímulo, irritação.

L

Laxante. Provoca a evacuação, mas de forma mais suave.

Lenitivo. O mesmo que calmante.

Lipolítica. Dissolve as moléculas de gordura.

Lubrificante. Substância que umidifica e unta os tecidos.

N

Narcótica. Induz ao sono ou à inconsciência.

Nutritiva. Devolve os nutrientes para a pele.

P

Parasiticida. Combate os parasitas.

Patogênica. Capaz de produzir doenças.

Purgativa. Provoca a evacuação, de forma mais agressiva que o laxante.

Q

Queratolítica. Impede a formação de queratina.

R

Reconstituinte. Restaura as forças.

Refrescante. Que traz frescor e alívio.

Regeneradora celular. Induz à reprodução das células da pele.

Rejuvenescedora. Que torna jovem, remoça.

Relaxante. Diminui a tensão muscular. Remineralizante. Devolve os minerais à pele. Repelente. Que afasta.

Restauradora. Que recupera.

Resolutiva. Cessa com uma inflamação sem supuração.

Revigorante. Que devolve o vigor. Revitalizante. Que devolve a vida. Rubefaciente. Que causa vermelhidão da pele.

S

Sedativa. Que acalma, tranqüiliza.

Sialagoga. Provoca a salivação.

Suavizadora. Que torna suave. Sudorífera. O mesmo que diaforética. Supurativo. Estimula a eliminação de pus.

T

Tensoativa. Que estica.

Tônica. Que dá energia, revigora.

Tóxica. Que envenena.

Tranqüilizante. O mesmo que sedativa.

U

Umectante. Que molha, umedece.

V

Vasoconstritora. Provoca a contração dos vasos sangüíneos. Vasodilatadora. Provoca a dilatação dos vasos sangüíneos. Vasoprotetora. Protege os vasos sangüíneos.

Vesicante. Que provoca a formação de vesículas e bolhas.

Vulnerária. Que cura feridas.

 

Preparações caseiras

Ensinar a fazer um chá pode parecer ridículo e até ofensivo, porque é lógico que qualquer pessoa pode fazer uma bebida com água quente e um punhado de ervas frescas ou secas. Mas, como estamos falando de chás que serão tomados para curar alguma coisa ou pelo menos aliviar alguma dor, certas regras básicas deverão ser seguidas, como os cuidados com o recipiente, que deve ser de vidro ou porcelana, e com a água, que deve ser pelo menos filtrada para diminuir um pouco a quantidade de produtos químicos adquiridos no tratamento. Da mesma forma, as outras preparações caseiras exigem sempre cuidado e limpeza. Os vidros utilizados devem estar escrupulosamente limpos, lavados com detergente e depois postos para secar no forno, dentro de uma assadeira (por isso, não podem ser vidro muito fino). Por fim, os produtos utilizados, como os óleos vegetais, devem ser sempre de ótima qualidade.

Propriedades terapêuticas de algumas frutas e verduras

 

Frutas Propriedades Terapêuticas
Abacate Digestiva
Abacaxi Depurativa e diurética
Banana Antidisentérica
Caju Tônica
Coco Vermífuga e antidisentérica
Laranja Depurativa e desintoxicante
Limão Depurativa
Maçã Digestiva e tônica
Mamão Digestiva
Melancia Diurética
Morango Diurética e remineralizante
Uva Diurética e depurativa
Verduras Propriedades Terapêuticas
Acelga Antianêmica e antiinflamatória
Agrião Tônica e depurativa
Alface Diurética e calmante
Brócolis Laxativa e emoliente
Couve Antianêmica e antiescorbútica
Espinafre Antianêmica
Repolho Antiemética
Salsa Diurética e depurativa

Principais óleos essenciais

 Alecrim: E estimulante da mente e memória, é um tônico contra a estafa, o mau humor, a apatia e a ansiedade. Alivia dores de cabeça, age contra acnes, rugas e queda capilar e também equilibra os cabelos oleosos. Tem ação rejuvenescedora.

Alfazema (lavanda): Ajuda a tranqüilizar o sistema nervoso, agindo sobre a emoção, aliviando dores de cabeça e diminuindo a insônia. Excelente também para trazer tranqüilidade ao relacionamento, para problemas digestivos e como anti-séptico e cicatrizante, podendo ser utilizado em queimaduras, feridas, picadas, dermatites e qualquer tipo de inflamação na pele. É um dos óleos mais usados em aromaterapia, especialmente em banhos e massagens relaxantes.

Almíscar: Determinação, segurança e autoconfiança são os principais predicados deste aroma, que também é um ótimo estimulante. É eficaz como afrodisíaco, atraindo o sexo oposto.

Anis: Com perfume fresco e adocicado, é indicado nos casos de cãibras, problemas digestivos e tosses espasmódicas. É relativamente tóxico e, por isso, deve ser usado em pequenas quantidades,  durante períodos curtos e sempre com orientação de um profissional.

Arruda: Contra o mau-olhado e as energias negativas, indicado para pessoas que se sentem derrotadas no físico e na mente.

Bergamota: Dotado de um agradável perfume de frutas, este óleo essencial é um ingrediente clássico das águas-de-colônia. Usado em banhos e massagens, é revigorante e refrescante.

Cajepute: Tem cheiro forte de cânfora e é usado basicamente em inalações de vapor, contra afecções respiratórias como gripe, tosse, sinusite e dor de garganta.

Calêndula (tagetes): Destilado de um tipo de calêndula que cresce apenas no norte da Índia e sul da África. O óleo tem um cheiro suave de ervas e uma coloração viva, servindo para tratar problemas nos pés, como calos, peles grossas e verrugas.

Camomila: Existem dois tipos de óleo de camomila: azul e romana. A camomila azul, a “verdadeira”, é  destilada  da  erva  medicinal  Matricaria chamomilla.  Ela possui

propriedades antiinflamatórias  e é  usada  no  tratamento  de  dores  estomacais,  menstruais, inflamação ou irritação na pele e insônia. A camomila-romana é destilada da planta Anthemis nobilis. Possui propriedades semelhantes às da camomila azul, mas, pelos efeitos mais brandos, é indicada para crianças ou para pessoas com pele sensível. Usada também como calmante e para despertar a virtude da paciência.

Campestre: Tônico para trazer sorte e ganhos financeiros, aumentando a disposição para o trabalho.

Canela: Óleo de aroma forte, doce e temperado, atua no crescimento pessoal, contra a hipersensibilidade e os acessos de raiva e proporciona sucesso nos negócios, pois atrai sorte e  determinação  para  resolver  problemas.  Útil  para  tonificar  os  sistemas respiratório, circulatório e digestivo, bom para massagem corporal e peles secas.

Cânfora: Contra o pensamento negativo, concede maior liberação de energia e ajuda a resolver casos amorosos abalados.

Capim-limão: Obtido pela destilação de dois tipos de gramíneas naturais da Índia, do oeste da África e da Indonésia, é um ótimo repelente contra insetos. É um poderoso bactericida, usado no tratamento de problemas de pele, poros dilatados e acne.

Cardamomo: Com um cheiro quente e temperado, é usado há mais de 3 mil anos pela medicina oriental. Ajuda a digestão, combate a náusea, a flatulência e a diarréia.

Cedro: Com um perfume suave de madeira e bálsamo, a essência de cedro é muito usada em misturas de óleos para massagens. Proporciona sentimentos de sucesso e honradez e alivia as tensões nervosas. Pode ser usada no tratamento de peles e cabelos oleosos e caspa e é também indicada contra resfriados e como expectorante.

Cravo-da-índia: Possui fortes efeitos estimulantes e propriedades analgésicas. Dá vigor físico, prosperidade e coragem, além de proporcionar um bom relacionamento social.

Erva-doce: Possui um suave aroma de anis, fresco e adocicado. Tem ação calmante, é bom para a pele, contra dores no corpo e possui efeito diurético brando, sendo também indicado no tratamento de flatulência e indigestão.

Eucalipto : Ajuda a reequilibrar o lado emocional e as energias do corpo, agindo contra a angústia. O óleo emana um aroma semelhante à cânfora, sendo muito útil para  inalações, a fim de aliviar os sintomas da gripe, da sinusite e de tosses c om muco.

Floral: Revigora o entusiasmo e o poder de realizações, combatendo a inquietação e as mágoas.

Flor-do-campo: Aroma que desperta diretamente a parte do intelecto, revigorando a memória e a autoconfiança.

Gerânio: Estimulante do corpo e da mente, atrai sorte e aumenta a coragem e a audácia. Calmante e refrescante, é indicado no tratamento de ansiedade e estresse e tem efeito regulador na produção natural de óleos da pele, podendo ser utilizado por pessoas com pele seca, oleosa ou acnéica.

Hamamélis: Indicado para meditação, atuando no desenvolvimento interior e na compreensão. Afasta as aflições da alma.

Hortelã: Refrescante e relaxante, libera energias retidas por inibição, provoca alegria e desprendimento. Tem propriedade descongestionante, estimulante e refrescante, sendo usado no tratamento de enxaqueca e diversos problemas digestivos, como indigestão e gases.

Ilangue-ilangue: Tem cheiro forte de flores exóticas e efeito relaxante sobre o sistema nervoso. Usado tradicionalmente no tratamento de hipertensão (pressão alta).

Jasmim: Equilibra as diferenças do casal, sendo um afrodisíaco que estimula o chacra sexual. Desperta o humor e as energias adormecidas, é antidepressivo, desfaz a inibição, a falta de confiança e solta a imaginação.

Madeira do Oriente: Aroma sedutor, atrai energias positivas, proporciona força e  vitalidade, ajuda na concentração do trabalho e estudos.

Mirra: Um dos aromas mais antigos de que se tem notícia, foi ofertado para o Menino Jesus pelos reis magos. Usado para massagens, tem ação sedativa e age sutilmente no inconsciente. Indicado ainda como cicatrizante, expectorante e tônico.

Opium: Difusor de afetividade, aumenta a concentração e facilita a meditação.

Pinho: Purificador, alivia no descanso do corpo, agindo principalmente nos músculos. Tem perfume suave e refrescante de madeira, sendo eficaz no tratamento de problemas respiratórios, como gripes, resfriados, asma e bronquite. Usado ainda contra problemas circulatórios, varizes e para tratamentos estéticos corporais e drenagem linfática.

Rosa: Associado ao amor, desperta sentimentos fraternais, combate a sensação de solidão, angústia e insegurança. Usado como antidepressivo, tônico, depurativo, afrodisíaco, para o tratamento de peles secas e envelhecidas e para massagem corporal. Calmante e refrescante, é excelente para combater o estresse e os sintomas de TPM (Tensão Pré-Menstrual).

Sândalo: Purificador do corpo e da alma, proporciona a inspiração da mente e da emoção, combatendo a depressão. Tem propriedade bactericida e afrodisíaca. Com um aroma suave, é usado também em massagens para pele seca e no tratamento de cistite.

Tomilho: Destilado principalmente na Espanha e em Israel, é estimulante e pode ser usado para aliviar dores musculares. É empregado ainda como antibacteriano e para tonificar o sistema imunológico, aumentando a resistência do organismo, sendo excelente para tratar de infecções da pele, do aparelho respiratório e das vias urinárias.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

google-site-verification: googleee05af923f5bdfa2.html